sexta-feira, 1 de outubro de 2010

MORAR SOZINHO É UMA ODISSÉIA!


ELE NÃO:

NÃO faz muito mais de uma década que sai da minha cidade (Camaquã) e vim morar aqui na capital gaúcha. De lá pra cá também não foram poucos os meus pousos. Morei com tia, com irmão, com amigo, casado, com prima e finalmente sozinho... [já morei em tanta casa que nem me lembro mais...]

De todas as experiências, disparado a melhor foi morar sozinho. Acho que meu temperamento requer um tempo de insulamento, no mais agradável sentido da palavra. Gosto da minha companhia!

Também adoro a companhia dos meus amigos, festas, reunir a galera, fazer programas em grupo; mas eu preciso de um tempo comigo mesmo. Ouvir o meu silencio, fazer e principalmente não fazer as coisas de acordo com o meu tempo. Equilibrar meu id e meu superego.

Morar sozinho, pra mim é o céu, mas definitivamente não é pra todo mundo! Além de autonomia financeira, a autonomia emocional é ainda mais importante. O que eu vejo de gente que luta pra conseguir o seu ‘canto’ e quando consegue acaba se enchendo de dividas, e pior, se frustrando com a solidão. Confundem o estar sozinho com o ser sozinho. Buscam a paz interna em lugares externos! ERRO CRASSO!

Ano passado comprei meu apartamento, o meu pedaço de céu. Tudo é maravilhoso? Tudo da certo? – Claro que não, o céu também fica sujeito a chuvas e trovoadas! [...mas meu teto tem estrelas, e no alto um disco voador...]

1º dilema foi começar a morar sozinho.
2º dilema é quando chegar a hora de deixar de morar sozinho... 

Depois que a gente se acostuma a ocupar todo espaço, falta lugar pra encaixar uma outra pessoa!!
Mas isso é assunto pra outra rodada!!


ELA SIM:

SIM, moro sozinha faz mais de um ano e, confesso que, é uma verdadeira maratona. 

Todos os dias eu me coloco diante de um desafio diferente. Seja as contas que batem mensalmente a minha porta (prestação do apartamento, condomínio, luz, carnêzinho de loja, etc...) ou o dramático e árduo ‘dia de Maria(as Marias que me perdoem, a expressão não é minha) que inicia com a faxina pesada e se encerra tu percebendo que o teu final de semana resumiu-se a lavar, passar, limpar, aspirar, cozinhar e desejar, incansavelmente! 

Precisa-se fééééérias de si mesmo. Aí tu clama: “Senhor, não quero mais brincar!

É...amigos, ninguém disse que seria fácil virar gente grande e assumir a responsabilidade de sustentar-se (ou fazer como eu, pedir um ‘mãetrocínio’ de vez em sempre).

A pior parte é a geladeira contendo aquela famosa garrafa de água, ovos, margarina e uma cebola murcha (aff...ninguém merece).

Mas o lado positivo, nisso tudo, é a privacidade de poder fazer coisas das quais tu não poderia fazer morando com os pais. Tal como encher a casa de amigos e virar a noite comendo, assistindo filmes, dando gargalhadas bem espalhafatosas, passar o final de semana de pijama (ou vestido igual um mendigo), sair e chegar sem hora e sem ter que dar satisfações.

Para os que se sentem solitários eu apoio a companhia de um animal de estimação ou um cobertorzinho de orelha.

Eu, por exemplo, não tenho o adorável cobertor, mas tenho uma cadelinha (Marie Hellen) que, desde que o meu amiguxo Fernando me presenteou,  estou ficando mais doida do que já sou, com a hiperatividade excessiva dela.

Prós e contras bem à parte...eu gosto de morar sozinha. Tenho meus momentos de querer atirar-me pela janela, mas gosto de sair e retornar pra minha casinha e vê-la exatamente como eu a deixei.

Obviamente que não existe nada melhor que morar com os pais e não ter a menor noção de quanto custa um rancho, um condomínio, uma conta de luz...mas nada supera a satisfação de estar no nosso cantinho.

Pras noites de solidão no apê, existem os amigos. Para as outras, existe o Mastercard!! (risos)

Até a próxima semana!!

17 comentários:

Carol X. disse...

Eu nunca morei sozinha...mas tenho uma grande tendência a ficar sozinha, pois meu quarto é meu mundo, em fecho e ninguém enche meu saco ("quase sempre"!)!
Ajudo meus pais com algumas continhas (que pra eles acaba sendo ofensa...) e levo coisinhas pra agradá-los! Mas ÓBVIO que é BEM diferente de morar só!
Confesso que adoraria passar por essa experiência...apesar de ser uma canceriana nata, que ama estar com a família, amigos e cuidar dos outros (a mãe, como diz o Carlos, meu querido colega...)...

António Rosa disse...

Conheço e vivo a experiência de morar sozinho.

Mariléa ... disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Mariléa ... disse...

Eu moro sozinha, e confesso que gosto, minha casa esta sempre organizada e sei exatamente onde estão minhas coisas. Embora muitas vezes eu sinta aquela necessidade de ter alguém para tomar um chimas, bater um papo, desabafar um pouco, sei lá....Acho que pelo tempo que já moro sozinha até acostumei, as penso na possibilidade de dividir meu espaço com alguém, mas isso me assusta um pouco, a não ser que seja por necessidade mesmo.
Bj

Fernanda disse...

Morei sozinha durante 4 anos, e hoje tenho a (des)agradável de dividir o AP com a mana. Depois de muito doutriná-la, hoje ela divide tarefas e contas. Hoje vivemos bem e em paz.
Mas como vim do interior de uma casa de 3 mulheres (uma é mãe, mais parece irmã), não teria problemas em voltar a morar com a mãe, ao contrário, formamos um bom trio... a verdade é que essa é a minha maior vontade, ter em casa as duas comigo.
Quanto a juntar as escovas de dentes com o excelentíssimo... será inevitável um dia, mas prorrogarei ao máximo! hihihih beijosss

Dedé Olivera disse...

Bom, na verdade nao moro sozinho, ja cogitei a hipotse diversas vezes, mas confesso que faltou coragem..hehehe
Mas atualmente devido ao trabalho tenho ficado durante duas a tres semanas sozinho em um Estado diferente , "morando"em um Hotel, é claro que existe serviço de quarto,camareira,etc...mas ja da para vivenciar a experiencia de estar só...me adapto bem a essa situaçao e aproveito para conhecer pessoas , e confesso que poder assistir o canal de televisao que quizer, chegar a hora que quizer, e todas essas mordomias é muito bom,mas como tudo na vida temos os prós e os contras, sempre que volto de viajem a saudade ja ta pegando,familia, e principalmente ver os amigos e fazer uma boa festa...

Dedé Olivera

KELLY disse...

Moro sozinha há um ano. E posso dizer com toda certeza, que comprar meu apê e morar sozinha, foi a melhor decisão que tomei em minha vida.
Realmente as contas no final do mês(prestação do apto, luz, condomínio, internet, supermercado, cartão de crédito e outras despesas extras) assustam.
Mas nada disso supera a maravilha que é morar sozinha.
Sair sem dizer pra onde vou, com quem vou, que horas volto, é muito bom. Percebi que minha liberdade, é tudo!
Fora as jantas com os amigos, assistir um bom filme, com um bom edredon(de orelha) comendo brigadeiro... ADORO!!
Para quem tem uma boa relação com os pais, sempre digo que é bom pensar muito antes de tomar esta decisão. Porque depois disso, você não vai chegar em casa e encontrar a janta pronta, casa limpa, roupas lavadas, passadas e guardadas. Tudo muda. Tudo fica por sua conta.
Quem já está prestes a dar este grande passo em sua vida, desejo muita sorte, paciência e alegrias em seu novo lar.

Beijos,
Kelly.

Marcio Nicolau disse...

Há prós, contras. Odisséia é a própria a vida.

Sandra Helena* disse...

Carol, quando li ''mãetrocineo'' tu estava te referindo a mim, né?!

he he he

Douglas Lenon disse...

Primeiramente preciso dizer que o blog é genial, e que vocês escrevem muito bem. e que eu odeio formalidade IUEHAUIHE e vocês são do caralho! haha
ainda quero ter a experiência de morar sozinho. vejo pessoas falando e tudo mais, e pelo que o João falou ser sozinho é diferente de estar sozinho, e estar sozinho é maravilhoso. eu ia me mudar, ia morar junto com o meu parceiro, mas enfim não deu certo, terminamos, e fica aquilo na cabeça, será que eu aguentaria levar uma vida de casado, creio que não haha. e vendo pelo lado da Ana, realmente limpar a casa seria minha maior batalha, se há algo que eu odeio é a hora de ser doméstica HEUAHEUIH não moro sozinho, mas levo uma vida mais ou menos igual, pagar conta, telefone, internet, roupas, etc etc. moro com os meus pais, só que minhas despesas são minhas despesas. enfim preciso parabenizar novamente o blog, porque vocês são demais, primeiramente pelo blog ser muito bem escrito, e segundo porque vocês são gaúchos, e se há um lugar nesse mundo que eu tenho vontade de conhecer é o Rio Grande do Sul, um ótimo final de semana para vocês.

Cris França disse...

ah não sei não heim...rs eu gosto de solidão, mas detesto ficar sozinha. bjs

João Pedro disse...

Moro sozinho há 3 anos e nunca trocaria minha liberdade por nada. As dificuldades que passo não são nada perto das facilidades de ser livre. O único problema é que a solidão acaba me deixando meio carente e sinto que tenho necessidade de sempre estar conversando com as pessoas quando eu posso e as vezes me torno um pouco impertinente =P

DChallenge disse...

Oi! Minha primeira experiência de morar sozinha foi direto para os EUA. Fui a trabalho mesmo e morava num apartamento com uma colega de trabalho (que parecia nem existir).
Eu me amarrei!!!! Adorei!!! Amei!!! Eu recomendo!!
Lavar, passar, cuidar da casa, fazer comida, isso é pinto, dá pra tirar de letra!
Saudade da mamãe e do papai? Pega o carro ou o ônibus ou o avião e vá visitá-los (a menos que eles não estejam mais entre nós).
Bateu solidão? Vá namorar ou curtir uma night com os amigos ou o(a) namorado(a).
A parte chata mesmo é a hora das contas a pagar. Para isso é preciso planejamento, não dá para colocar a mão onde vc não alcança, né? Mesmo que ainda estivesse com seus pais você não poderia esbanjar, quanto mais sozinho. Não tente viver no luxo, mas viva confortavelmente que dá pra segurar a onda.
Mais cedo ou mais tarde a gente precisa se desvencilhar, se emancipar, isso faz parte da nossa trajetória.
Eu já estou me acertando, daqui a dois anos estarei morando sozinha novamente.
Beijocas

Anônimo disse...

Eu quero morar sozinha. Fato. Esudo muito essa realidade para não ter imprevistos, sei de todos os prós e contras.. mas meu namorado é totalmente contra eu ir morar sozinha, ele diz "se for morar sozinha é pra morar comigo". Eu quero morar sozinha..sozinha sem ele e nem ninguém, planejo falar na lata quando eu já tiver com tudo pronto, mas anceio que não seja uma boa idéia. Já tentei dar umas indirtas, mas não da certo!

Anônimo disse...

amei todos os comentarios me ajudadram um pouco em minha decisão
na verdade ha muito tempo sonho em mora so ter minha propria casa, primeiro q ja estou me sentindo velha com 28 anos ainda na casa de meus pais me sinto muito mal q as vezes ate me pego chorando ajudo muito eles nas contas e despesas mas ainda assim me sinto sem lugar tive a proposta de mora com uma amiga e o filho dela mas ainda assim penso pois qro meu lugar meu cantinho,sou muito ligada a familia sei q seria um choque no começo mas tenho me preparado tentando desapega para não doe tanto, mas coloco sempre deus em tudo q faço pois a vontade dele vale mais do q meu quere , sonhava em sai de casa qndo me casasse mas não tenho sorte no amor então optei fica so mas conforme a vontade de deus ainda este ano estarei morando so sei q vira obstaculos mas não existe vitoria sem lutas obrigado por me ler meu desabafo e boa sorte a todos

lilly disse...

me sinto confusa tenho medo de sai e ter q volta novamente sei q posso sou muito esforçada,me acostumei em estar so sempre estou trancada no quarto mas meu medo e deixa meus pais na mão pois eu sou a unica filha q os ajuda não qro tira dos meus pais o q ofereço pois vivo para ajuda-los ja q minha vida não tem sentido algum mas digo q meu sonho e mora sozinha

eduferro_07 disse...

Muito legal

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...