sexta-feira, 1 de abril de 2011

MASTURBAÇÃO - EGOÍSMO OU ESPECIALIZAÇÃO?

SIM, hoje é DIA DA MENTIRA, mas vamos falar algumas VERDADES bem veladas de nossa intimidade!

O papo da semana é o auto-prazer. Afinal de contas, tem coisa melhor que sentir prazer? - Quando comemos algo que adoramos; compramos algo desejado; ganhamos um abraço esperado – tudo isso dá um prazer que chega a arrepiar as costeletas! rsrs

Mas o prazer que vamos falar hoje é mais embaixo. Alguns chamam de ‘justiça com as próprias mãos’, mas eu chamo de autoconhecimento!

Quando o assunto é sexo a maioria das mulheres se dizem puritanas. Esboçam aquela cara de ‘ai, bem capaz que eu faria isso’, mas por dentro estão lembrando que não somente já fizeram, mas fazem com certa freqüência, e se não fizeram em si mesmas, já fizeram nos parceiros.

Acho extremamente importante a masturbação quando começamos a nossa prática sexual. Afinal de contas como vamos exigir que nossos parceiros nos dêem prazer, se nós nem sabemos onde esse prazer todo está escondido. Faço apologia, incentivo, meto pressão e se preciso for meto a mão, sim!!

Se tocar é a melhor e a única maneira de sabermos onde sentiremos mais tesão, que botãozinho vai ligar o parque de diversões...

Para os homens a descoberta do prazer a sós é mais fácil e rápida. Desde cedo eles já sentem a necessidade de se masturbarem e até contam vantagens sobre suas descobertas. Já as meninas são criadas para manterem as penas fechadas o maior tempo possível (risos), mas quando a vontade aperta não adianta. E se não rolar o sexo, vai rolar o ‘amor próprio’.

Na adolescência começamos a ter as transformações no corpo (aumento das coxas, seios mais fartos, bumbum arrebitado) e com elas vem o desejo e a vontade de se sentir desejada pelos homens. A fase criança começa a dar espaço para a fase mulher que já dá sinais de que a qualquer momento o vulcão vai explodir.

Geralmente começamos a nos tocar antes da nossa primeira relação sexual. Mas é um toque curioso, sem jeito...apenas para saber como é ser tocada. Depois de começarmos ‘os trabalhos’ já começamos a tocar pra sentir o prazer que muitas vezes ainda não conseguimos sentir nas relações sexuais. Até descobrirmos onde nos dá prazer a gente transa porque gosta do parceiro, sente tesão, mas se ele não souber explorar onde vai nos fazer babar de emoção (e pra isso as preliminares são indispensáveis), aí vamos ter que recorrer a outros métodos.

Obviamente que somos mais contidas, nem com as melhores amigas a gente abre o jogo se já nos masturbamos (mas falamos quando masturbamos os nossos parceiros hahaha), já os meninos, mesmo que não façam, eles falam porque é mais natural pra eles do que pra nós.

Saber dar prazer a si faz com que saibamos dar prazer aos outros, pois o que é bom deve ser compartilhado.
  NÃO despreze a masturbação. É fazer sexo com a pessoa que você mais ama. - Woody Allen

Mãos a obra, literalmente! Falar de masturbação não é tão simples assim, afinal essa pratica ainda esta cercada de mitos, preconceitos e tabus. Ainda que para ELES seja um assunto mais tranqüilo, para ELAS é mais difícil se “abrir” e mesmo adentrando essa zona intima não vamos dar uma de DEDO DURO aqui! hehehehehe

Nos meus primórdios sexuais pensava que a “quiromania” era dispensável estando num relacionamento sexualmente satisfatório. Na prática, a coisa não funciona bem assim. Sexo com outra pessoa e completamente diferente, e acaba também oferecendo tipos diferentes de prazer, afinal ‘jogo é jogo e treino é treino’. Desde que um não interfira no sucesso do outro, hoje acredito que as duas coisas podem andar juntas, e melhor, as duas coisas podem se auxiliar. Diz-se que “a prática leva a perfeição”. Minha experiência no ramo da administração garante que o estudo dos ‘tempos e movimentos’ é essencial para se atingir os objetivos com eficiência e eficácia!

Além disso tudo, um estudo recente qualifica ainda mais esse hábito, pois ejaculações freqüentes podem reduzir risco de câncer de próstata! Tai uma boa resposta para quem precisava de uma desculpa para “escabelar o palhaço” [palavreado chulo – mode ON].

Hoje posso dizer que sou um grande incentivador do sexo manual, tanto para homens quanto para mulheres (ainda que neguem até a morte). Não é conversa fiada dizer que só se auto-experimentando é que poderemos saber até onde e como podemos chegar LÁ (ALI ou ACOLÁ). O que não vale é o descontrole, deixar que isso se torne a única e principal fonte de prazer sexual. Estar com alguém, dar e receber carinho e entregar o seu prazer na MÃO do outro ainda é o melhor caminho!

Lembrem-se, ter prazer está nas suas mãos (literalmente)

Esse é o tipo de post com muitos leitores e poucos comentários, ninguém quer se comprometer, hehehe!

Até semana que vem!
 

10 comentários:

Diego Camargo Borba disse...

- BRONHA
- PUNHETA
- ESCABELAR O PALHAÇO
- DESCASCAR A BANANA
- DAR UM OLÁ PRO MONSTRO
- SIRIRICA
- XANCRETA
- TRANSA SOLO
- LA PALMITA DE LA MÃO

Masturbação ou qualquer forma de sexo é vidaaaaaaaaaaaaa! Ui delícia.

Cachorro Bob disse...

Eu me masturbo sim, todos os dias, inclusive domingos e feriados, a não ser que eu esteja com muita pressa, pois se não estiver, o meu banho sempre demora... Acho que faz parte de nós, é intimo, é prazeroso e é diferente.
Faço isso desde criança e sempre encarei como treinamento, pois até um jogador de tênis quando não tem oponente continua treinando contra a parede, se não o fizesse nunca seria um vencedor...
Gostei do assunto, confesso que me “tocou”, parabéns pelo sucesso do Blog, mãos a obra...

Rodrigo de Oliveira Nunes

Alex disse...

Hahahaha até a tecnologia em favor da boa e velha masturbação: http://tecnoblog.net/60262/punhetometro-android-ganha-aplicativo-para-sexo-solitario/

Anônimo disse...

Acho que se masturbar faz parte sim da Vida de muitas pessoas, embora ainda seja um tabu para certas pessoas, é bom e faz bem. Ajuda no autoconhecimento do proprio corpo e do modo de como gostamos de ser tocados, acariciados. Acredito que a prática cabe mais as pessoas que estão só ou que gostam "demais" de sexo.Me considero na média, só faço se muito necessário não sou adepta.

Adri Ferreira disse...

To me comprometendo.. EU ME MASTURBO E ADOROOOOO!!!!!

hahahaha!

Heron disse...

Eu gosto de que é bom. E isto é bom demais da conta hehehe!

Saulo Taveira disse...

Ah, dá um tesão danado, até rola de fazer acompanhado, depois um no outro, o outro no um...

Cris França disse...

Acho que nós mulheres temos sorte nesse quesito, porque fisicamente somos feitas para a discrição, podemos estar excitadas e se não sairmos gemendo , é provável que ninguém perceba.

Anônimo disse...

Preciso de ajuda! Tenho 29 anos e meu marido 23...aff...acho q já começa por aí. Mas olha só, eu trabalho 5 dias por semana e ele trabalha dia sim e dia não então fica em casa 3 ou 2 dias por semana. Adoro dar!! Adoro mesmooo!!! Mas, gostaria muito que meu marido durace um pouco mais...sim ele goza rápido mas não é ejaculação precoce. Porém, transamos todos os dias e mesmo quando transamos de noite ele acorda pela manhã mete uma merda de um pornô e se masturba... Acho q não sou suficiente!!! O que será q acontece? Pq ele não pensa em mim sei lá...tem q ficar vendo putaria...

Anônimo disse...

Acho natural e humanamente aceitável. Minha longa estrada tem sido percorrida com períodos de estiagens. Não anda chovendo na minha horta. Não me culpo mais, superei e digo: nada substitui um homem bem proporcionado, só que alguns deles não entendem nada de mulher. E nada dá mais prazer a uma mulher que saber usar as mãos em si mesma e no parceiro. Uau!!

Vale percorrem juntos esse caminho!!




































































Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...